domingo, 31 de agosto de 2014

Homilia Dominical 31/09/2014

Gravado no Santuário São José de Ribamar

Carreata marca encerramento da Peregrinação de São José de Ribamar

A caravana de peregrinação de São José de Ribamar realiza sua ultima missão neste ano, após o periodo de Pré festejo a imagem só sairá para a grande procissão de alvarada que acontecerá no dia 05 de agosto (abertura do festejo 2014).



Venha e visite o Santuário de São José de Ribamar

MEJ Com. Santa Maria realiza celebração eucarística em ação de graças.

O Grupo MEJ - Movimento Eucarístico Jovem da Comunidade Santa Maria completou mais um ano de caminhada neste fim de semana.

Logo mais informações.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Santuário promove Curso de Salmistas.

O Santuário de São José de Ribamar realizou, nesta semana, o curso para formação de salmistas. Vale ressaltar que agosto é o mês das vocações, neste sentido, o santuário promoveu vários eventos que incentivassem as vocações. O curso de salmistas paroquiais, ministrado pela regente do coral São José, contou com a participação de várias comunidades.


O encerramento contou com a presença do Vice-Reitor do Santuário, Pe. Gutemberg Feitosa, que deu uma pequena formação na visão de presbitério. Os participantes agora estão aptos à participarem das celebrações e comporem o quadro de salmistas de nosso Santuário.


No encerramento ainda houve uma pequena homenagem aos salmistas e um lanche foi servido para que todos se confraternizassem.



Salmo Responsorial

O salmo responsorial, Palavra de Deus, integra a liturgia da palavra e seu texto precisa estar intimamente ligado à leitura do dia. Neste momento, a assembleia acolhe e interioriza a proposta de Deus naquela celebração. Desta forma, não deve ser substituído por um canto qualquer ou outro salmo a fim de preencher aquele espaço da missa.

domingo, 24 de agosto de 2014

Peregrinações divulgaram Festejo 2014

Com o objetivo de divulgar o Festejo de São José de Ribamar 2014, que acontece de 5 a 14 de Setembro, a imagem do Santo Padroeiro do Maranhão visitou diversas Paróquias da Arquidiocese de São Luís.

O fim das peregrinações se deu no último domingo (24). Na ocasião, a Imagem Peregrina, juntamente com a equipe pré-festejo e os membros da Sagrada Família, foram em direção a Igreja de São João Calábria, localizada na Cidade Operária, na capital maranhense. No momento da chegada, a comunidade de São João acolheu muito bem o Santo Peregrino, cantando músicas típicas do Festejo de Ribamar.

Após a acolhida, houve celebração eucarística, presidida pelo pároco solidário Maxemo de Jesus e concelebrada pelo Pe. Adimilson de Jesus, da Paróquia São João Calábria, que proclamou o Evangelho de Mateus (16, 13-20). O  Pe. Agnaldo Costa, reitor da Arquidiocese de Zé Doca, conduziu a homilia deixando dois pontos para reflexão. O primeiro diz respeito à fundação da Igreja Católica, única Igreja  fundada na Bíblia. Tendo Jesus encontrado com Simão Pedro, lhe fez a seguinte pergunta: “E vós quem dizeis que eu sou?”. Simão Pedro então respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus Vivo”. Jesus então lhe disse: “Tu és Pedro e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la”. “Assim como Pedro, precisamos estar intimamente ligados a Jesus, para que possamos dar a resposta certa”, disse o Pe. Agnaldo. O segundo ponto de reflexão se refere às vocações. “Vocação é um chamado para servir e para anunciar o evangelho. Devemos responder com carinho, amor e convicção a nossa missão. O objetivo principal de responder o chamado de Jesus, é buscar a santidade.”, afirma o padre.

PASCOM participa de encontro arquidiocesano


Com o objetivo de articular e integrar os processos de comunicação nas paróquias da Arquidiocese de São Luís, a Comissão para a Pastoral da Comunicação Social está promovendo “Encontros de Comunicação” em todas as foranias e, nesta sexta (22/08), foi a vez da Forania São José de Ribamar. “Nosso intuito é estreitar o relacionamento entre a arquidiocese e as paróquias”, pontua o coordenador arquidiocesano da Comissão, Ricardo Alvarenga.




 No momento, iniciado com espiritualidade e leitura do evangelho, foram apresentadas as experiências de comunicação da Pascom do Santuário São José de Ribamar e da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, no Moropóia. Além disso, Ricardo Alvarenga propôs um profundo estudo do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil. “Agora, nós temos um documento que direciona o nosso caminho enquanto pastoral, portanto é de grande importância o estudo e a reflexão dele”, afirma.




Na paróquia Sagrado Coração de Jesus, as atividades de comunicação ainda são novas, mas já contam com pessoas dispostas a construir um projeto de Pastoral de Comunicação e que já participaram de diversos eventos sobre o tema. “Nós só temos que agradecer por este momento de integração e partilha promovido pela arquidiocese e esperamos cada vez mais espaços assim e com mais gente”, declara Ligia.




terça-feira, 19 de agosto de 2014

Coroinhas da Arquidiocese têm momento de convivência em encontro

Cerca de 600 coroinhas se inscreveram para o encontro
Centenas de crianças e jovens estiveram reunidos neste domingo (17/08) para o X Encontrão Arquidiocesano de Coroinhas, que foi realizado na quadra do colégio Patronato São José de Ribamar. A programação esteve recheada com orações, espiritualidade, missa e muita animação.

“Nós tivemos desafio de gincana, de preparação de missa, louvor, terço, enfim, o encontro tem sido bastante satisfatório e a gente sempre conta com a presteza de paróquias para superar os desafios que surgem”, conta um dos organizadores do evento, Rodrigo Duarte, da Paróquia de São José e São Pantaleão, que ainda comemora os quase 600 inscritos no encontrão.

Para os participantes, momentos como estes são oportunos para gerar novas amizades e conhecer o trabalho realizado em diversas paróquias da Arquidiocese. “Participar do encontrão é muito gratificante e, mesmo estando em quatro edições eu sempre me surpreendo com o número de pessoas que vêm e isso gera comunhão entre nós”, destaca Ana Clara dos Santos, coroinha da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, no Coroadinho.

Hoje seminarista, Raílson Lima, da Diocese de Coroatá, foi coroinha de sua comunidade e, por muito tempo, alimentou o desejo de seguir sacerdócio devido à proximidade e a intimidade que o coroinha tem com Deus. “O gosto pela palavra de Deus, as orações, a devoção a Nossa Senhora e a vivência de grupo foram despertando em mim o desejo de seguir Jesus”, completa.

“O senhor me chamou, coroinha sou”
É comum vermos crianças e adolescentes juntos aos párocos nas celebrações litúrgicas. Estes meninos e meninas são convidados a doar tempo de sua vida, a testemunhar Jesus Cristo e viver em intimidade com Ele, nos serviços do altar. Ser coroinha, portanto, é de extrema importância para a Igreja, para o sacerdote e, principalmente, para Deus.

"Ser coroinha é uma vocação", Pe André Santos
“A primeira coisa que precisamos perceber é que ser coroinha é uma vocação, atender ao chamado de Deus, estando disponível para servi-lo, no serviço do altar e em outros momentos, pois o coroinha deve assumir sua postura dentro e fora da Igreja”, explica o diretor espiritual dos coroinhas e promotor vocacional da Arquidiocese, Pe André Santos. 

“Ser coroinha é a melhor coisa da vida, pois nós sentimos Deus no altar e nos entregamos para ser instrumentos d’Ele”, afirma Tamiris Sousa, que serve no ministério dos coroinhas do Santuário de São José de Ribamar há 7 anos.


Seminarista dá testemunho de sua vida enquanto coroinha

Palestras, gincana e missa fizeram parte da programação